Como plantar hortelã por estaquia no vasinho

Tempo de leitura: 5 minutos

Trazida da Europa a hortelã (Mentha piperita) herbácea perene se espalhou por todo o Brasil.

De fácil cultivo, adaptação e cultivares diferentes a hortelã está presente em diversas casas e jardins espalhados pelo mundo.

Além de ser uma planta usada para temperar e enfeitar vários pratos a hortelã é também uma planta medicinal e pode ser utilizada como antisséptico, anti-inflamatório e alívio de gases intestinais.

Com tanto sabor, facilidade de plantio e benefícios para o corpo a hortelão é uma ótima candidata para a nossa Horta em Casa, e nós vamos ensinar o passo a passo para você ter o seu pezinho em casa.

Preparando a estaquia da hortelã

Ramo de hortelã com novos raminhos.
Com 15 dias na água o galho de hortelã criou novos raminhos verdinhos.

A estaquia da hortelã consiste em pegar um galho de uma hortelã já adulta e mergulhar em água até que o galho tenha raízes para sobreviver sozinho na terra.

Para realizar o plantio da hortelã por esse método utilizei um ramo que ganhei. Esse ramo tinha várias folhas grandes e já bem desenvolvidas.

Para que o galho tivesse força para crescer forte e criar raízes mais rápido retirei as folhas de baixo e usei para fazer suco de couve com hortelã. Uma delicia.

Para um processo bem sucedido eu deixei apenas 4 folhinhas de cima do galho para que  planta se concentre nas raízes

Com 15 dias na água o ramo se desenvolveu bem e até chegou a nascer alguns ramos de hortelã verde clarinho.

Não precisa deixar tudo isso na água, eu deixei porque não tive tempo para mudar a hortelã para um local definitivo, mas 7 dias são suficiente para a hortelã criar raízes.

Como nosso raminho já estava com boas raízes chegou a hora de colocarmos ele na terra.




Preparando o vasinho para receber nossa muda de hortelã

Com as muda de hortelã pronta para ser plantada nos começamos a preparar o vasinho que iria recebe-la.

Juntando o útil ao agradável aproveitei um vasinho que eu usava para deixar as roupas de molho, como o vasinho quebrou e seria jogado fora, então reaproveitei para plantar minha hortelã.

Como era um vasinho usado para lavar roupa ele não tinha os furinhos no fundo, e como eu já disse aqui no Horta em Casa, os furos são necessários para a drenagem da água dos vasinhos.

Aqui eu utilizo um ferro de solda para fazer os furos nos vasinho. Como são de plástico o ferro quente atravessa e faz os furos com muita facilidade e sem muito esforço.

Furando vasinho para receber a hortelã.
Como sempre uso vasos de plástico furos eles com ferro de solda.

Os furos são parte essencial do plantio em vasos, mas não é a única precaução que se deve ter. Para que a água não empoce no fundo do vasinho e acabe matando a sua hortelã também e necessário colocar no fundo um pouco de britas ou argila expandida.

Eu prefiro usar a argila expandida pelo fato de ser mais leve e por consequência o vasinho fica mais leve caso seja necessário movê-lo.

Argila expandida no fundo do vaso que vai receber a hortelã.
A argila expandida vai no fundo do vasinho para não deixar empoçar água.

Para completar o sistema de drenagem do vasinho eu coloco um pouco de areia no fundo. A areia em conjunto com a argila expandida vai fazer um excelente sistema de drenagem para a hortelã. A água não vai empoçar no fundo.

Areia para fazer drenagem no vaso da hortelã.
A areia no fundo do vaso melhora nosso sistema de drenagem.

Com o sistema de drenagem pronto preparei a terra para completar o vasinho.

Para melhorar ainda mais a drenagem do vasinho eu costumo misturar terra, esterco de galinha e um pouquinho de areia junto. Essa mistura faz com que a água não empoce e vá para o fundo do vaso onde será eliminada.

Após essa ultima mistura nosso vasinho já esta pronto para receber nossa mudinha de hortelã.

Plantando nossa muda no vasinho

Ramo de hortelã plantado no vasinho na horizontal.
Ramo de hortelã plantado no vasinho na horizontal.

Como a hortelã é uma planta rasteira a melhor forma é plantar o raminho deitando, assim ela vai criar outros caules mais facilmente.

Aqui fiz uma vala de dois centímetros para enterrar as raízes da minha hortelã.

Essa vala é o suficiente para a hortelã firmar as suas raízes.

Agora é só jogar terra para tampar as raízes e deixar os galhinhos que estão brotando fora da terra.

Para finalizar, como a hortelã inda não tem raízes firmes e como acabei de plantar não e bom regar com regador. Nesse caso eu faço a irrigação com o borrifador de água, ele vai borrifar pequenos jatos que vão deixar a terra úmida e não vai compactar e nem retirar a terra da hortelã.

Irrigando hortelã com borrifador.
Como acabei de plantar a hortelã, o ideal é regar com um borrifador.

A hortelã é uma planta de crescimento rápido e de fácil adaptação. Com dois meses após o plantio aqui no Horta em Casa ela já encheu o vasinho onde foi plantada.

Nessa última foto é possível ver como ficou a minha hortelã após dois meses de plantada no vasinho.

Hortelã no vasinho
Muda de hortelã plantada no vaso.

Agora tenho minha hortelã fresquinha e gostosa quando eu precisar para fazer meus sucos.




2 Comentários


  1. Olá, Edilaine! =)

    Seu blog está fantástico! Gostei demais!

    Parabéns pela dedicação em seu projeto!

    Te desejo muito sucesso!

    Abraço!

    Responder

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*